sexta-feira, 1 de setembro de 2017

ProblemEU

As vezes até parece que eu sou o problema
sempre sou EU que não gosto
sempre sou EU que me incomodo
sempre sou EU que me sinto excluído
sempre sou EU que sinto que não faço parte
sempre sou EU que achei que alguém estrapolou os limites.
sempre sou EU que reclamo.

parece que se eu não tivesse ali
ninguém perceberia nada.

parece que sou EU que vim quebrado de fábrica.

domingo, 20 de agosto de 2017

Hoje eu cansei.

Por hoje eu cansei,
queria viver em paz,
poder fechar os olhos
e só ouvir o silêncio de quem tá de boa.

Hoje eu me senti inadequado demais,
hoje eu quis me adequar,
Tem dias que a pressão
é maior do que você pode sentir

Você vai entender o que foi seu dia
o que foi cada fala,
o que foi cada gesto,
o que foi cada olhar,
quando cê deita a cabeça no travessiro
e vai tentar ficar de boa.

Hoje eu não consegui ficar de boa,
eu queria poder ter saído e só conversado,
queria poder ter pisado na rua
e não ter sentido que todos
meus mecanismos de defesa ativaramm,
como se eu estivesse em guerra.

Não que eu ache que eu falhei,
mas é que independente do que eu pense
o que eu sinto me faz agir diferente.

Hoje eu sei que quem não tá aqui
só pode dizer o que eu poderia ter feito de melhor,
como se minha mente não me fizesse isso sempre que eu tentasse ficar de boa.

Hoje eu cansei de me sentir inadequado,
são muitos anos sabendo que você é um problema.
E são poucos anos e poucas pessoas te fazendo sentir o contrário.

Eu não acho que eu seja um problema
e nem que eu deva me adequar.


Mas hoje eu cansei e quis poder estar ADEQUADO.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Amor Cura?

Vc deixou uma bagunça imensa pra eu arrumar
No chão tem nossos discos
As paredes nossos retratos
Na cama fluidos do nosso amor

Aqui dentro era calma
Hoje só me deixou dor
Aqui dentro era afeto
Hoje só deixou solidão

Aqui onde era quente
Hoje tá muito frio
Não dizem que o amor cura?
Vou me amar.

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Do topo da montanha!


Ciumes é errado, pegam uma teoria e enfiam ela em um viés super viciado e te dizem que você não tem o direito e que isso é opressivo, pronto temos umas das primeiras lei da não-monogamia, mas eu te pergunto será mesmo que o que te dói é ciumes?

Não gostava que beijava os outros em publico, pois nunca era comigo
Não gostava que sorria com os olhos em publico, pois nunca era pra mim
não gostava que flertava com outros na rua, pois nunca era pra mim.

Comigo era só o dia a dia
comigo era só as quatro paredes
comigo era só o sexo antes de dormir

Liberdade?
Na relação você só cuida de si e eu achando que o problema estava em mim.
Mas antes de coibir o ciúmes, adube o afeto.

Dizia a menina do topo da montanha encantada



sábado, 13 de agosto de 2016

A paz sobe pra mente, torpe e sente.




Umas angústia
Um gole
Uma lágrima
Mais um trago

Você nunca vai ser nada menino viado
Olha teu jeito mulher de ser
Mulher de ser
Mulher de ser
Balancei mais uma vez a lata e minha cabeça repousou na paz de mais um entorpecente.

Levantei e limpei mais uma lágrima
Engoli seco
Amarrei o cabelo que caia sobre os olhos

E coloquei mais uma máscara
Para andar por aí
Por ali
Por aqui
Vai que eu me acho!

terça-feira, 9 de agosto de 2016

O saboroso gosto do ódio.

Sempre amei,
amava com os olhos,
aprendi que a cordialidade me fazia ter “amigos”,
os meus bom dias,
rir das piadas contra mim,
dizia, não me importo, afinal eu não sou.

Amar foi o que me ensinaram,
em meio às surras eu tinha que amar,
em meio à violência doméstica tive que amar,
quando apanhava na cara,
eu tinha que amar.

Amei,
me doei,
servi como ato de amor,
cedi por amor,
dizia eu te amo,
por amor.

Um dia, achei que o amor voltaria.
Falei tudo sobre mim,
afinal, não amava mais como inocente,
amava coerente,
não amava mais biblicamente,
amava amadurecendo.

Nesse dia recebi de volta o não-amor,
me xingou,
me bateu,
me odiou,
chorou e tentou me culpar,

No dia que surgi, amável
recebi o ódio,
pois o que eu sou, não merecia amor,
não merecia compreensão,
não merecia sorrisos.

Olhei pra trás e vi que sempre amei,
mas nunca fui amado de volta,
e quando fui, não era pra mim, era outro eu
vi que me aliei a quem nunca me abraçou,
vi que quem me amava,
era odiado também.

Meu ódio é o único ato de repulsa,
de protesto,
de oposição,
de lucidez que ainda posso ter,
contra meus odiadores.

Dizem para eu perdoar,
dizem para eu deixar pra lá,
dizem que não são culpados,
mas se não são, quem é?
Meu jeito?
Minha forma de viver?
Meu jeito de falar?
Meu jeito de se vestir?
Isso tudo sou EU.
Eu culpado?

Perdão é para quem no minimo reparou a questão,
perdão é para quem não foi culpado de nada grave,
perdão o perdão é cristão,
eu não,
o perdão é paz,
eu não tenho,
o perdão é branco,
e o branco não é paz,
o branco é sinismo.
Omissão,
neutralidade,
o branco não sou eu,
a culpa não me cabe.

Meu ódio não nasceu comigo,
foi plantado,
regado,
cultivado,
mas ninguém quer colher.

Meu ódio é a única parte que ainda protesta,
meu ódio é o único que ainda grita, não esqueci,
meu ódio é a única energia que ainda pode reparar,
reparar a mim.
Meu ódio é o único que não vai me silenciar,
a paz, o perdão, sim esse é o silencio,
silencio de quem?
silencio pra quem?
Silencio por que?
Silêncio não me protege,
nunca protegeu.

Então não me peça para perdoar,
não me peça para desculpar,
não me peça para reconciliar,
não me diga para ficar em silencio,
não sou capaz disso,
não mais,
não depois de tudo.

O ódio pode ser um veneno,
pode até me fazer mal,
quem sabe me matar,
mas não sou dessas que faz silencio com medo da morte.



quarta-feira, 15 de junho de 2016

Perdido no caminho.






Disse que era o fim, queria terminar
e os dias se estenderam a chorar
cabeça louca, mente confusa e não podia entender
mas teve que engolir aceitar e conviver

Queria não se importar
Disse que não ia mais ligar
Quanto mais finjia não se importar
mais cravado nele ficava seu olhar

as coisas estão a se refazer
entendeu que todo aquele querer
não era capaz de a ele conter

agora tenta se juntar as pessoas normais
das que amam todas iguais
como se seu coração não tivesse sido roubado
pelo amor menos esperado

diz que é sufocante respirar com o coração
queria ainda ter ao menos um pulmão
enquanto isso segue ao teu lado a caminhada
pensando se um dia alguma solução será encontrada